ATENÇÃO! Devido à situação de pandemia de Covid-19, alguns serviços tiveram seu procedimento alterado temporariamente para o atendimento online. Confira aqui.

CRQ-III vistoria laboratório da Cedae

O Conselho Regional de Química – Terceira Região vistoriou, na tarde de quarta-feira, dia 22, o Laboratório de controle da qualidade da água da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), na Tijuca. O objetivo da fiscalização foi, além de avaliar a qualificação e habilitação profissional de todos os funcionários da empresa que exercem funções na área da Química, vistoriar métodos, equipamentos e resultados de análises inerentes ao controle da potabilidade da água distribuída pela Cedae, desde 01 de janeiro.

Foi constatado pela fiscalização que a empresa tem número de funcionários adequado ao trabalho executado no laboratório, e todos os profissionais químicos exercem suas funções regularmente, atendendo aos critérios exigidos pelas normas do Sistema CFQ/CRQs.

Em relação aos processos e análises realizados nesta unidade, também não foi encontrada nenhuma não conformidade com as normas, inclusive no que diz respeito ao tratamento da água dentro dos critérios estabelecidos pela Portaria nº 2.914/2011 do Ministério da Saúde e suas atualizações, que regulamentam o tema.

“A Cedae iniciará nos próximos dias a implementação do carvão ativado no processo de tratamento na Estação de Tratamento de Água (ETA-Guandu) e poderemos avaliar as novas análises com os primeiros resultados dos parâmetros de qualidade da água tratada.”, afirmou o presidente do CRQ-III, Rafael Almada, que frisou que a competência do Conselho não se equipara a de outros órgãos de controle.

“Não cabe ao Conselho Regional de Química fazer análises de água, mas garantir que os testes sejam feitos por profissionais da Química devidamente capacitados. E quanto às causas e desdobramentos do problema, estes são investigados pela Polícia Civil e o Ministério Público.”, finalizou.

O Conselho segue em contato com a Cedae, monitorando as atividades da Companhia que envolvem procedimentos e atividades da área da Química, e aguarda ainda o fornecimento de dados completos sobre a potabilidade da água distribuída na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, conforme solicitação da Presidência do CRQ à Cedae.