Laboratório da PUC-Rio torna-se o único do Brasil a ter equipamento de Cromatografia de Íons de Alta Pressão

A Cromatografia de Íons de Alta Pressão (HPIC) é uma técnica analítica, na qual é possível obter informações quanto aos teores íons (como cloreto, fluoreto, nitratos e nitritos) presentes em determinadas amostras, oriundas de matrizes ambientais ou de matrizes de interesse da indústria de higiene, farmacêutica, alimentícia e do petróleo.

Referência na área, o Laboratório de Caracterização de Águas – LABAGUAS, do Departamento de Química do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio), adquiriu o mais avançado equipamento de HPIC existente no mercado após fechar parceria com a Thermo Fisher Scientific. O Integrion é utilizado para testes importantes de potabilidade de água. Além disso, será fundamental para o desenvolvimento de novas pesquisas, metodologias analíticas e aplicações específicas.

“Os benefícios em utilizar o Integrion são inúmeros, como robustez e economia no processo de fragmentação e avaliação dos íons. Pretendemos trazer agilidade e melhor sensibilidade nos métodos já implantados e utilizados em nossas pesquisas para a indústria do petróleo e para as análises atmosféricas e de águas em geral. É um verdadeiro salto tecnológico”, explica Gisele Tonietto, Professora e pesquisadora do LABAGUAS

INTEGRION-14-P-ESQ-P-DIR-JOSÉ-MARCUS-GODOY-DIOGO-MENDES-GISELE-TONIETTO-CRÉDITO-DIVULGAÇÃO-CTC-PUC-RIO-1024x768

José Marcus Godoy, Diogo Mendes e Gisele Tonietto participam do LABAGUAS da PUC-Rio (Divulgação: CTC PUC-RIo)