Nota de repúdio do CRQ-III a proposta de extinção da UERJ

A despeito do projeto de lei que pede a extinção da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), protocolado na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) pelo deputado Estadual Anderson Moraes (PSL), o Conselho Regional de Química – Terceira Região (CRQ-III) repudia toda e qualquer iniciativa que vise ao retrocesso no processo de educação e formação profissional.

O CRQ-III reforça, ainda, o posicionamento do presidente da Assembleia, deputado André Ceciliano (PT), que, junto ao presidente da Comissão de Educação, deputado Flávio Serafini (PSOL), destacou a inconstitucionalidade da proposta, uma vez que a existência da Universidade está prevista no artigo 309 da constituição do Estado e, portanto, sua extinção caberia ao Poder Executivo, e não do Legislativo.

“As instituições de ensino são a força motriz do desenvolvimento de nosso estado e do país, ao formarem profissionais de todas as áreas com tanta responsabilidade, como é o caso da Uerj. É inadmissível pensarmos em extinguir uma Universidade, quando na verdade deveríamos reforçar sua importância com medidas que estruturem melhor essas instituições, como forma de nos desenvolvermos social e economicamente.”, afirmou o presidente do CRQ-III, Rafael Almada.