Sistema CFQ/CRQs se une a iniciativa da SBQ

O presidente do CRQ-III, Rafael Almada, foi escolhido para representar o Sistema CFQ/CRQs em uma das frentes do Movimento Química Pós 2022 – Sustentabilidade e Soberania, que vai gerar um plano de ações para promover a sustentabilidade e a soberania do país até 2050. A iniciativa reunirá vários atores, como Academia, Indústria, Governo e Terceiro Setor.

O Movimento, uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Química (SBQ), está alinhado à iniciativa planejada pela Organização das Nações Unidas (ONU), por meio da Agência da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), que nomeou 2022 como o Ano Internacional das Ciências Básicas para o Desenvolvimento Sustentável.

O Gerente Executivo do Conselho Federal de Química (CFQ), Renato Melo, falou sobre a escolha de Almada.

“Como o Movimento passará por diversas áreas em que poderemos fazer diferença, o presidente Rafael Almada tem requisitos suficientes para nos representar, como já o faz no Comitê de Relações Institucionais e Governamentais do CFQ (CRIG), somando-se sua experiência como professor e reitor do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ)”, afirmou Melo.

Já o presidente Rafael Almada diz estar entusiasmado com a valorização da Ciência e particularmente a Química.

“O Sistema CFQ/CRQs tem mostrado, nesses últimos anos, que está preparado para assumir papéis de tamanha contribuição para a valorização da Ciência e, assim, contribuir para o desenvolvimento econômico, social e ambiental do nosso país. Me sinto honrado em fazer parte ativa desta iniciativa e faremos nosso melhor, por todos.”, disse.

Essa frente do Movimento Química Pós 2022, coordenada pelos Profs. Rochel Montero Lago e Ana Paula de Carvalho Teixeira (UFMG), já tem planejamento de ações e definição dos seus eixos: Formação de RH; P&D; Inovação: Indústrias e Startups; Social. Os grupos de trabalho e cronograma de atividades ainda serão divulgados. Ao final, o documento de ações produzido será publicado na revista Química Nova.

Outras frentes do Movimento já foram postas em marcha pela SBQ. O primeiro passo da iniciativa foi a publicação de chamadas públicas de artigos para números especiais de três outras revistas da SBQ (Journal of the Brazilian Chemical Society, Revista Virtual de Química e Química Nova na Escola). Mais recentemente, foi divulgada uma chamada pública de propostas para a publicação de livros originais, dirigidos a estudantes e professores do Ensino Básico, dentro da temática geral “Química Para o Desenvolvimento Sustentável”. Em breve será lançado um concurso nacional de redações, para alunos do Ensino Básico e seus professores de Química, com o tema “Contribuições da Química Para o Desenvolvimento Sustentável e Soberano do Brasil”. Tudo culminará na 45ª Reunião Anual da SBQ, prevista para 30 de maio a 3 de junho de 2022, em Maceió – AL, com o tema “Química Para o Desenvolvimento Sustentável e Soberano”.

Segundo o presidente da SBQ, Romeu C. Rocha Filho, “o Movimento é um chamamento para uma profunda reflexão sobre como a Química pode contribuir para o desenvolvimento sustentável e soberano do país. Ações com metas claras e auditáveis, tendo como marcos os anos de 2030 e de 2050, deverão ser propostas, com a participação de interlocutores de diversos setores pertinentes. Neste contexto, a própria educação para a sustentabilidade é um eixo fundamental do Movimento”.

O calendário da ONU será focado na ligação entre as Ciências Básicas e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que são iniciativas para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e de prosperidade.